Ômicron silenciosa já é dominante e responsável por novos surtos

Ômicron silenciosa já é dominante e responsável por novos surtos

A subvariante BA.2, da Ômicron, já é a cepa dominante no mundo e responsável pelos novos surtos na Europa e na Ásia. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a BA.2, que tem sido chamada de Ômicron silenciosa, representa quase 86% dos casos sequenciados.©

É considerada silenciosa porque é mais difícil de ser identificada em testes de sequenciamento genético, que são usados para o rastreamento do vírus.

Embora a infecção por BA.2 possa ser detectada por meio de um teste rápido ou PCR, estes testes não são capazes de diferenciar entre a BA.2 a Delta. Os pesquisadores precisam fazer outros testes para terem certeza de qual se trata.

O quão ela é preocupante?

Estudos realizados na Dinamarca, país onde a BA.2 se espalhou rapidamente, mostram que a linhagem pode ser 1,5 vezes mais contagiosa do que a Ômicron original, mas não mostraram diferenças no risco de internação.

O que os pesquisadores observaram é que a BA.2 foi mais eficiente em infectar pessoas vacinadas e com uma terceira dose de reforço do que as variantes anteriores.

Especialistas, no entanto, apontam que esta subvariante está infectando mais agora porque as medidas de prevenção, como uso de máscaras, foram relaxadas em muitos países.

Apesar disso, os dados até o momento não apontam que as vacinas seriam menos eficazes contra doenças sintomáticas.

Publicado por Catraca Livre

Redação

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.