Enfermeira Maria Emy deixa hospital e recebe homenagem

Enfermeira Maria Emy deixa hospital e recebe homenagem

O provedor do Hospital Manoel Gonçalves, Augusto Machado, e a enfermeira Maria Emy (divulgação)

A enfermeira que dedicou 55 anos de sua vida aos moradores de Itaúna, Maria Emy, atendendo a todos que buscavam atendimento no Hospital Manoel Gonçalves com muito carinho e dedicação, finalmente decidiu descansar. Maria Emylia sempre foi a mais amada das enfermeiras da Casa de Saúde. Durantes estes 55 anos se destacou na equipe por ser excelente profissional, muito cuidadosa com todos os pacientes.

Nesta quarta-feira, 20, o Hospital Manoel Gonçalves anunciou seu desligamento definitivo do hospital. A dedicada enfermeira esteve afastada durante a pandemia do novo coronavírus para se proteger da doença. Uma carta de agradecimento da direção do hospital Manoel Gonçalves foi divulgada nas redes sociais da Casa de Saúde e para a imprensa de Itaúna.

“Carta de agradecimento aos serviços prestados pela Colaboradora Maria Emy

Infelizmente, tem momentos na vida em que precisamos nos despedir de colegas de trabalho, que deixaram seu legado e com maestria conduziram suas responsabilidades.

A jornada de Maria Emy no Hospital Manoel Gonçalves começou em 1967 e após 55 anos de dedicação, é com muito carinho e imensa saudade que hoje se encerra mais um ciclo. São anos de amor, compromisso e dedicação, Maria Emy tem que ser sempre lembrada por sua conduta exemplar, pela ética e resiliência.

Temos convicção que permanecerá entre nós, após a sua saída, um sentimento de saudade duradoura, ficarão as melhores lembranças de uma jornada que foi pautada por respeito e perseverança.

Desejamos que a partir de agora, o caminho de Maria Emy seja trilhado por muita luz, amor e carinho, estamos sem palavras para descrever, a honra de poder dividir essa trajetória que é gratificante e recompensadora.

Em nome de todo corpo administrativo, médicos, diretoria e colaboradores, manifestamos os mais sinceros votos de gratidão pelo enorme legado que Maria Emy deixou ao Hospital Manoel Gonçalves.”

Maria Emy recebeu uma placa pela dedicação de 55 anos.
Redação

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.